Leitor de Conteúdo

A Rede Esperança


Conteúdo publicado em  07/11/2020   

MISSÃO

Conectar pontos na organização territorial com base nos princípios da Economia Solidária em vista do Bem Viver, com geração de trabalho e renda no campo e cidade na região central do Rio Grande do Sul.

VISÃO

Ser referência nacional como rede de comercialização, através do Comércio Justo e Solidário, bem como do consumo ético, consciente e responsável em vista do Bem Viver.

OBJETIVOS:

·  Estabelecer parcerias com Instituições, Redes e Organizações, respeitando os princípios da Economia Solidária, com vistas na formação, organização, inclusão social e cidadania.

·  Promover intercâmbios com organizações sociais, Entidades, Movimentos e Poder Público para o fortalecimento da Agricultura Familiar e as Redes de Cooperação Solidária.

·  Contribuir no fortalecimento da Rede de Projetos Sociais e Políticas Públicas em espaços de Comercialização Solidária.

·  Participar na organização e Reconversão de Alternativas à Cultura do Fumo e das monoculturas.

·  Produzir, consumir e comercializar “Comida de Verdade”.

·  Dar visibilidade a “Rede Esperança”, através das novas tecnologias, ferramentas digitais e um Plano de Comunicação.

·  Valorizar o ser humano acima do capital.

·  Promover a comercialização solidária de produtos e serviços, através de Feiras locais, Nacionais e Internacionais, que geram qualidade de vida, saúde e renda para os Empreendimentos Solidários.

·  Formar a Cadeia Produtiva Regional do Moranguinho.

·  Organizar uma Plataforma com as vendas on line dos Produtos da Economia Solidária.

VALORES E PRINCÍPIOS:

·  Solidariedade

·  Comunicação

·  Cidadania

·  Inclusão Social

·  Sustentabilidade

·  Mística

·  Autogestão

·  Trabalho

·  Cooperação

·  Ética

·  Honestidade

·  Dignidade

·  Bem Viver

·  Partilha

·  Cuidado com a Vida e o Meio Ambiente

EIXOS DE ATUAÇÃO:

·  Agroindústrias Familiares

·  Hortifrutigranjeiros

·  Artesanato e Confecção

·  Plantas Ornamentais

·  Comunidades Indígenas

·  Catadores/as

·  Quilombolas

·  Parcerias com o Poder Público, Entidades, Organizações e Movimentos Populares.

·  Consumidores/as

FORMA DE GESTÃO:

·  Colegiada, Participativa, Autogestionária e foi inspirada no Fórum Social Mundial que projeta “Um Outro Mundo Possível”.

Lema da “REDE ESPERANÇA”: “A Transformação pela Solidariedade”.






Todas Categorias

Inscrições on-line


Últimas notícias